capa

Cuidados com a pele mudam em cada fase da vida

Dermatologista orienta como proteger a pele dos 20 até os 60 anos

publicidade

A gente sabe que uma pele bonita é conquistada de diferentes formas - vai de uma alimentação saudável até uma rotina de hidratação e limpeza diária. E isso inclui cuidados específicos, conforme vamos envelhecendo. A cada nova faixa etária, novas orientações e cuidados são necessários, segundo a médica dermatologista Cristina Bergamaschi. Para te ajudar, separamos todas as orientações da profissional para os cuidados com a pele para mulheres dos 20 até os 60 anos.

Cuidados com a pele dos 20 a 25 anos

Conforme Cristina, o mais importante no período dos 20 aos 25 anos é a prevenção. "Aqui, ainda temos uma pele jovem, saudável e, muitas vezes, com alguma tendência um pouco oleosa", avalia. A indicação da profissional é fazer a higiene duas vezes ao dia com um produto específico para o tipo da pele, hidratação e fotoprotetor sempre.

Dos 25 a 35 anos

A dermatologista comenta que a pele dos 25 a 35 anos já começa a ter algumas transformações pelo tempo e exposição à radiação, principalmente. “Então, além dos passos anteriores, como a fotoproteção e a hidratação diária, é interessante usar um creme com efeito preventivo, algum anti-idade, para prevenir linhas finas, por exemplo, uma vitamina C. Algum tipo de ácido, muitas vezes, no inverno, pode ser associado para quem tem tendência a ter manchinhas já começar a ir tratando”, diz.

Dos 35 a 45 anos

A dermatologista lembra que dos 35 a 45 anos a perda de colágeno na pele já começa a ficar mais evidente, dando espaço não só às linhas e ruguinhas, mas também a um pouco de flacidez. "Nesse momento é importante associar um anti-idade para o rosto todo e um creme específico também para a área de olhos e boca", orienta. 

Acima dos 60 anos

Aqui, já se trata de uma pele mais envelhecida, com pouco colágeno, tendência à flacidez e, principalmente, com os efeitos da menopausa, uma perda de hidratação muito importante nessa fase, segundo Cristina. “Então, além de tudo já citado anteriormente, como limpeza e fotoproteção, é preciso dar ênfase bem importante para a hidratação da pele”, destaca.

Cristina, lembra, contudo, que os cuidados citados acima são para quem tem uma pele saudável, sem nenhuma doença. “Para pacientes que têm algum problema de pele, como rosácea, acne, ou alguma dermatite, os cuidados precisam ser individualizados, de acordo com cada um”, alerta.

por Gabriela Loeblein

Gabriela Loeblein adora moda, é apaixonada pela diva Madonna e é mãe de três peludos. É jornalista e está sempre atrás de novidades em tendências e make. @gabiloeblein


compartilhe