capa

O que é a tal empatia?

A capacidade de se colocar no lugar do outro tem sido muito citada

publicidade

Em momentos de crise, o sentimento de identificação e compreensão com a situação dos outros aumenta. Nas últimas semanas, com a pandemia de coronavírus, a palavra empatia apareceu em diversos textos e comentários nas redes sociais. Citamos esse sentimento ao falar sobre as mudanças na nossa forma de consumo durante esse período. Mas você sabe o que isso quer dizer? Conversamos com a psicóloga e professora da Unisinos Luciane Slomka para falar um pouco sobre esse sentimento.

Segundo o dicionário, empatia significa a habilidade de de imaginar-se no lugar de outra pessoa. Esse sentimento é uma capacidade comum a todos os seres humanos. Porém, nem sempre é algo que acontece naturalmente. "É difícil as pessoas abandonarem as suas visões das coisas, os seus pré julgamentos e tentar enxergar o outro", explica a psicóloga.

No momento que estamos vivendo, as pessoas estão mais inclinadas a agir dessa forma. A capacidade de entender o lugar do outro é citada constantemente para convencer as pessoas a ficarem em casa: não sair para evitar a contaminação de pessoas que estão no grupo de risco é um ato de empatia. De acordo com a psicóloga, essa situação nos leva a pensar na coletividade e, apesar das dificuldades, refletor sobre uma questão global. 

Contudo, as atitudes vistas como corretas agora levam a uma divisão entre o certo e errado que pode ocasionar pré julgamentos. É necessário entender a situação de pessoas que não podem agir da mesma forma que agimos. "Mesmo para as pessoas que estão saindo, temos que tentar olhar e nos colocar no lugar. É necessário um exercício de não polarizar as posições das pessoas em termos de conduta e também escutar essas pessoas antes de ofender", instrui Luciane. 

Escutar é um dos passos principais para exercer a empatia. Nas relações, só é possível se colocar no lugar entendendo a situação e como ela está afetando os indivíduos envolvidos. Porém a capacidade de ouvir também é importante para desvendar os próprios sentimentos e decifrar como o comportamento dos outros atinge os seus. Entender essas reações faz o processo de abstrair julgamentos acontecer de maneira mais simples.


compartilhe