capa

A canção The Climb de Miley Cyrus foi uma das ensinadas

Artistas ensinam fãs a combater o coronavírus lavando a mão no ritmo de músicas

A OMS divulgou cartilha que indica lavar as mãos por 20 segundos para evitar contágio

publicidade

Um perfil mantido no Twitter por fãs da banda de rap metal Rage Against the Machine - com a aprovação dos músicos - ensinou a maneira perfeita de prevenir o novo coronavírus: lavar as mãos no ritmo de Killing in the Name, clássico da banda lançado em 1992.

A explicação médica é simples. A Organização Mundial da Saúde divulgou uma cartilha ensinando as melhores práticas ao lavar as mãos para evitar o contágio. O processo, que envolve a limpeza de punhos, unhas e dedos, leva 20 segundos em sua aplicação ideal, a mesma duração que cantar Parabéns para Você duas vezes seguidas. Agora a internet tenta descobrir outras músicas para marcar esse tempo com as letras.

Na versão de estúdio de Killing in the Name, o trecho leva algum tempo a mais, cerca de um minuto. Mas durante a crise do coronavírus, lavar as mãos com cuidado nunca é esforço perdido.

"Nessa ocasião, é melhor fazer o que eles te dizem", disse o perfil, em referência às letras revoltosas de Zack de La Rocha, que usam um palavrão para afirmar que "não vou fazer o que me manda". A banda é conhecida por sua postura política. O guitarrista Tom Morello já apareceu em público diversas vezes utilizando um boné do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, o MST.

O meme foi criado utilizando a ferramenta Wash Your Own Lyrics (Lave suas próprias letras, em tradução livre), do desenvolvedor britânico William Gibson, que possibilita criar cartazes sobre a forma correta de lavar as mãos utilizando trechos de músicas.

Outros artistas também aderiram ao viral, como o cantor Troye Sivan, que fez seu pôster ao som de My! My! My! , a banda de pop-punk blink-182, que usou All the Small Things para conscientizar os fãs, e a atriz Miley Cyrus, que motivou seus seguidores ao som do hit The Climb.

Agência Estadão


compartilhe