capa

Câncer de mama é o tumor mais frequente entre mulheres no RS

Médica esclareceu dúvidas em palestra promovida no Correio do Povo

publicidade

Em meio ao Outubro Rosa, o Correio do Povo recebeu, na quarta-feira, 30, a visita da ginecologista e obstetra do Laboratório Marques Pereira, Cláudia Marques Pereira. A profissional desmistificou tabus e esclareceu dúvidas sobre o câncer de mama e o câncer de colo do útero. A promoção de eventos e troca de experiências neste mês de conscientização é de extrema importância, já que, de acordo com a Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul, o câncer de mama é o tumor mais frequente entre mulheres no estado.

Cláudia destacou que a alimentação e os exercícios físicos são fatores para a prevenção. “O câncer de mama é um fator multifatorial. A manutenção do peso e o não uso de bebidas alcoólicas e cigarros, assim como evitar consumir de forma excessiva carne vermelha e alimentos preparados na churrasqueira ajudam a preveni-lo”, orientou.

O câncer de mama pode ser precocemente identificado pela mulher por meio do exame de toque — um exercício simples realizado em frente ao espelho e fácil de ser incluído na rotina mensal. Mas, engana-se quem pensa que apenas o autoexame garante o diagnóstico do tumor de mama.

De acordo com a ginecologista, nódulos com menos de 3 centímetros não são identificados no toque. Assim, não se deve descartar a importância do exame realizado no consultório clínico ou no posto de saúde municipal. “Assim como o aparecimento de saliências na mama, deve-se ficar atento também a mudanças de tamanho fricções na pele ou no mamilo”, alertou.

Diagnóstico precoce é de extrema importância

Quanto mais cedo se descobre o câncer de mama ou o câncer de colo de útero, menos evasivo é o tratamento. No caso do tumor no colo do útero, dependendo do estágio da doença não é necessário cirurgia. Esse processo, segundo a ginecologista e obstetra, preserva toda a funcionalidade do útero, que fica apto à gestação.

A profissional esclareceu mitos sobre os cânceres de mama e colo de útero na evento promovido no Correio do Povo. Veja abaixo:

- Homem tem câncer de mama, sim;

- Você pode ter câncer de mama mesmo que ninguém na sua família tenha dito. Apenas 25% a 30% dos casos têm componente genético;

- O preventivo deve ser feito mesmo se a pessoa não tem uma vida sexual ativa. Após a primeira relação sexual, deve-se sempre fazer o exame preventivo;

- A mamografia é para todas as idades! Mesmo na terceira idade, é extremamente importante a realização anual do exame;

- O autoexame é apenas um dos métodos preventivos ao câncer de mama. O toque pode não identificar tumores menores. Por isso é importante que a mulher faça, em conjunto, a mamografia.


compartilhe