capa
Fabiana M. Machado

Está insatisfeita com a sua vida financeira?

Fabiana M. Machado faz um alerta: você não é a única!

publicidade

Se a resposta é sim, você não está sozinha. Infelizmente esse é um dado real. De acordo com as pesquisas que realizo, 70% das mulheres estão insatisfeitas e ansiosas com a vida financeira. Mas de onde vem tanta insatisfação? Será que é apenas uma questão de quanto dinheiro você tem?

Infelizmente, as contas no final do mês não fecham, as dívidas aumentam, é impossível guardar dinheiro ou desfrutar de algo porque não sobra dinheiro. Com isso, aumentam o interesse e a procura por fórmulas mágicas para ficar milionária, pois deve ser a melhor saída; afinal, ultimamente, essa tem sido a receita do sucesso.

Infelizmente, isso não tem acontecido. O número de pessoas endividadas tem aumentado. A vergonha por estar endividada tem aumentado, o que dificulta muito pedir ajuda. A baixa autoestima tem aumentado, a falta de confiança e de acreditar na capacidade tem aumentado. O desespero tem aumentado. As doenças têm aumentado. O número de suicídios tem aumentado.

A forma de trabalhar está mudando. Surge uma confusão entre o que deve ser feito e adaptado para encontrar espaço ou se manter no mercado de trabalho. Não se trata apenas de encontrar onde vão me pagar mais pelo meu conhecimento ou competências técnicas, mas o que eu preciso saber fazer e lidar para atingir o objetivo desejado na empresa ou negócio. Certamente, gera uma insatisfação de ter que lidar consigo mesma, pois o título de “sou boa nisso” não está sendo suficiente.

Transição de carreira e a possibilidade de empreender podem trazer novas perspectivas, mas é necessário contar com um fator até então não imaginado: o tempo. Aqui, ele não está a seu favor quando o assunto é dinheiro. Não há salário fixo todos os meses, não há carteira assinada que irá garantir FGTS, décimo-terceiro salário, férias remuneradas… esses direitos não existem nessa fase. O tempo passa e a insatisfação toma conta!

Já escrevi em coluna anterior como é importante aprender a lidar com a inconstância do dinheiro na vida empreendedora. Você pode ganhar muito mais sendo dona do próprio negócio, mas requer maturidade para saber se organizar, planejar e lidar emocionalmente com os altos e baixos do negócio.

Atualmente, nem mesmo quem tem salário ou aposentadoria está tranquila. Ainda não estamos preparadas para enfrentar uma vida em que o dinheiro pode faltar e não há ninguém para nos proteger ou prover. Infelizmente, ainda temos a cultura de que alguém deve pagar a conta (e não sou eu!)

E a mudança talvez não aconteça de forma tão rápida, pois, para muitas pessoas, não falta apenas o dinheiro, mas também o acesso ao conhecimento e oportunidades. Infelizmente, a desigualdade social ainda é enorme.

Do outro lado da moeda, encontramos o mundo instagramável, onde tudo parece fácil, bonito e prazeroso, o que faz você se sentir a única que não consegue chegar lá, concorda? Mais uma vez, reforça o sentimento de incapacidade e aumenta a insatisfação: pelo corpo perfeito, roupas caras, lugares paradisíacos, comidas exóticas, carros só importados, jatinhos… vai comer arroz e feijão todos os dias por que?

É verdade que a rede social aproxima as pessoas, transmite informação, torna possível sonhar, ver o belo, conhecer lugares, etc, etc, etc, mas também aumenta o desejo, sem limites, que provavelmente a sua conta bancária não irá acompanhar. Então, haja insatisfação!

Estamos sempre insatisfeitas, a vida deve ser perfeita (naquela da rede social, lembra?), só que vida real se constrói a cada dia, com trabalho, esforço, dedicação, inspiração e transpiração. Sem segredos nem fórmulas mágicas. E nada de sofrimento. Apenas trabalho. Sofrimento está se tornando viver o dia a dia na busca da satisfação completa e permanente, em todas as áreas da nossa vida. 

A insatisfação pode ser um grande motivador para você ir atrás e gerar o dinheiro que deseja ou necessita para subsistência. Mas saiba que a insatisfação não é exatamente pelo quanto dinheiro você tem, mas por tudo o que você quer fazer, ter e até ser com o dinheiro. 

Quer saber mais? Acompanhe a minha coluna semanal aqui no Bella Mais. Vamos juntas nesta jornada!

por Fabiana M. Machado

Fabiana Mendonça Machado é especialista em comportamento financeiro. É casada, mãe de dois filhos, empresária e uma das fundadoras da MoneyMind. Escreva para fabiana@moneymind.com.br para contar se este texto foi útil para você. @fabiana.m.machado


compartilhe