capa
Fabiana M. Machado

Quando o dinheiro decide por você

Fabiana M. Machado fala do uso do dinheiro como fator de decisão durante a vida

publicidade

Quando temos dinheiro, tudo parece andar muito bem, obrigada! Mas, sem emprego e sem dinheiro, é preciso tomar decisões, reinventar e encontrar uma alternativa para sobreviver. Se você se encaixa nessas situações, quem está decidindo o que fazer: você ou o dinheiro?

Dinheiro é um motivador, sem dúvida, afinal é necessário para sobreviver. Principalmente quando se tem responsabilidade com os filhos ou familiares, é preciso trabalhar para ter dinheiro. E encontrar uma saída nem sempre é fácil, pois pode não haver mais oportunidade de trabalho para fazer o que você sabe.

Então, mesmo que não seja o que você gosta de fazer ou na sua área de atuação ou conhecimento, é muito bom ter um trabalho honesto que sustente você e a sua família. O motivo é nobre.

Mas é sempre o dinheiro que decide o que você deve fazer?

Já pensou nas mudanças que gostaria de fazer na vida, mas nunca teve a atitude mesmo tendo dinheiro? Trocar de emprego, fazer algo diferente, que permitisse ter mais tempo livre e para convívio com a família?

Muitas vezes, por ter dinheiro (mesmo que não seja um alto salário ou que você não goste do emprego), vem a comodidade e é comum abrir mão de seguir um sonho, realizar algo que verdadeiramente faça sentido.

Você pode questionar: para realizar um sonho, recomeçar um novo trabalho, teria que abrir mão de ter dinheiro e do que construiu até agora. Mas o que está acontecendo com você agora se está sem dinheiro por causa da pandemia? O que acontece em momentos de crise ou dificuldade financeira? Tem que obrigatoriamente "se reinventar”, encontrar a todo custo uma alternativa de trabalho, abrir mão de gastos até essenciais… O que acontece é que o dinheiro está tomando a decisão por você. É hora de mudar. Não há outra opção.

Quando tudo se mistura, fica confuso e contraditório, pois o dinheiro é que nos traz liberdade de escolha, mas quando o temos, muitas vezes, não sabemos usá-lo para escolher. Fica mais difícil saber o que queremos da vida e o que nos impede de realizar. E infelizmente, culpamos o dinheiro (ou a falta dele) pelas nossas escolhas.

Somos capazes de passar uma vida desejando ter dinheiro para fazer o que quiser com ele, aproveitar, sem se preocupar, e acabamos tendo uma vida não vivida, apenas nos deixando levar, pagando “boletos”, correndo atrás do dinheiro, em busca de segurança, com medo de mudanças e dificuldade de valorizar a própria vida.

Então, o que você escolhe viver? Passar uma vida inteira desejando trabalhar em outro lugar, com outra profissão, em outra atividade…com dinheiro ou sem dinheiro, se você acredita que não pode se dar ao luxo de mudar, eu pergunto: até quando você continuará a se dar ao luxo de NÃO mudar?

O que você faz para ganhar dinheiro nem sempre é reflexo de quem você é. Seja qual for o momento e a situação que estiver vivendo, não está na hora de decidir viver a sua vida?

Quer saber mais? Acompanhe a minha coluna semanal aqui no Bella Mais. Vamos juntas nesta jornada!

por Fabiana M. Machado

Fabiana Mendonça Machado é especialista em comportamento financeiro. É casada, mãe de dois filhos, empresária e uma das fundadoras da MoneyMind. Escreva para fabiana@moneymind.com.br para contar se este texto foi útil para você. @fabiana.m.machado


compartilhe