capa
Gisele Silveira

4 dicas para melhorar sua digestão

Gisele Silveira Berardi traz dicas para você melhorar a absorção de nutrientes

publicidade

Não adianta falarmos em dieta e nutrição sem pensarmos na digestão! Sabe por quê? Porque você pode fornecer o melhor nutriente para o seu corpo, mas se ele não estiver com a capacidade de absorver preservada, de nada adiantará!

Recebo diariamente muitas pessoas no consultório com esta queixa: dificuldades na digestão, dor ao ingerir alguns alimentos, gazes e estufamento. Resolvi listar 4 hábitos e cuidados que podem auxiliar o seu processo digestivo:

1. Sente-se, relaxe e coma

O cérebro também faz parte do nosso processo digestivo. A pressa ao comer e a falta de foco sobre o que você está comendo não permite a ativação adequada do sistema parassimpático, resultando em menor liberação de ácido no estômago. Se estiver estressado ou vendo TV com notícias ruins, não espere muito da sua digestão. Organize-se para que o local das refeições seja de paz e tranquilidade.

2. Mastigue melhor os alimentos

Quando mastigamos os alimentos de forma adequada, o processo digestivo é facilitado pela pré-digestão, realizada pela enzima amilase salivar, a qual já inicia a digestão dos carboidratos. A mastigação adequada deveria levar de 20 a 30 mastigadas. Pesquisas mostram que comer mais rápido e mastigar menos podem levar a obesidade.

3. Água com limão

Antes da refeições, o uso de um limão espremido em mais ou menos 150 ml de água estimula a secreção biliar e pancreática por aumentar temporariamente a acidez do estômago em razão da semelhança de pH entre o limão e o suco gástrico, contribuindo para uma digestão mais eficaz. O uso de ácidos na refeição como o vinagre também ajuda.

4. Sabores amargos

O consumo adequado de sabores amargos é importante para o equilíbrio digestivo e está relacionado a diversos benefícios à saúde. Quando uma substância amarga é reconhecida pelas papilas da língua, uma cadeia de eventos neurais e endócrinos se inicia. Mediada pela liberação do hormônio gastrina, esse reflexo resulta em estimulação de todo sistema digestivo, incluindo estômago, fígado e pâncreas. Um ótima maneira de incorporar sabores amargos na sua dieta é através do consumo de vegetais amargos como rúcula, chicória, almeirão e dente de leão.

São dicas simples e muito eficazes para que os desconfortos melhorem. Faça e depois me conta!!

por Gisele Silveira

Gisele Silveira é mãe da Antônia e nutricionista funcional, com foco em emagrecimento e hipertrofia, infertilidade e envelhecimento saudável. Escreve semanalmente para o Bella+ com a missão de desvendar os segredos da alimentação saudável. @giselesilveiranutri


compartilhe