capa
Laura Gluer

Um passeio pelas bebidas geladas com café

Laura Gluer traz opções para refrescar e injetar a cafeína necessária para aguentar o calor

publicidade

O verão está quase chegando e as altas temperaturas já começaram. Muitas pessoas seguem tomando café quente, mas os cafés gelados também são uma opção excelente para refrescar e injetar a cafeína tão necessária para aguentar o calor com a mesma energia.

Nesta semana, como estamos em época de festas de fim ano, reservamos dicas de cafés gelados para você tomar em diferentes situações – no happy hour e até para variar durante o dia. Muito além do café com sorvete, vamos ensinar como fazer algumas bebidas com café muito refrescantes.

Cold Brew – o costelão 12h dos cafés

cold brew é um café extraído a frio que vem ganhando novos adeptos no mundo todo. Nos Estados Unidos, o consumo aumentou mais de 450% nos últimos anos, segundo a Roast Magazine e, no Brasil, está se popularizando cada vez mais.

Apesar de se difundir mais recentemente, esse é um método bem antigo, usado em guerras e longas viagens para preservar o café, independente das condições adversas. Foi inventado pelos holandeses e aprimorado, em seguida, pelos japoneses (que já utilizavam a infusão de chás).

O processo de extração do cold brew é artesanal: recém-torrado e moído, o grão passa por infusão em água fria. O resultado é uma bebida leve, refrescante e com doçura e acidez perfeitos, para beber gelado, com pedras de gelo.

Diferente dos métodos que usam água quente e/ou pressão, ele é extraído a frio, por isso, o grão deve ser triturado na moagem grossa e permanecer de 12h a 24h em contato com a água. Sim, é quase como um “costelão 12 horas” dos gaúchos.

No paladar, o cold brew é diferente de todos os outros métodos de café: menos ácido e mais suave, com sabor leve e de aroma intenso. Como é um café menos ácido, reduz os efeitos da bebida para quem tem digestão mais sensível.

Mas não se engane com a suavidade: como o processo de infusão dura muitas horas e a quantidade de café utilizada é maior, o teor de cafeína na bebida concentrada é superior ao do café tradicional. Por isso, recomenda-se dissolver em água gelada e usar pedras de gelo.

Muitas cafeterias de Porto Alegre já servem o cold brew, entre elas a Gingko (Coronel Bordini, 332 – Auxiliadora) e William & Sons (Rua Pedro Ivo, 492). Alguns mercados mais selecionados vendem a bebida engarrafada para tomar em casa. Também é possível misturar o cold brew com outros ingredientes (como água tônica, limão, leite e chantilly) e usá-lo como bases aromáticas de receitas (drinks, recheios de tortas e massas de bolos). Em casa é possível preparar o café a frio em uma prensa francesa ou no coador.

Café ou chopp? É nitro coffee!

Outra novidade que está agradando o paladar dos coffee lovers neste verão é o nitro coffee, que parece um chopp. A bebida é feita pela infusão do cold brew com nitrogênio dentro de um barril, extraída por uma torneira com válvula pressurizada, o que resulta um efeito cremoso. Importante: o nitro coffee não tem álcool, é um café com efeito de chope!

Algumas cafeterias como a Original Coffee (Ipiranga, 50 – Praia de Belas) e Origem Coffee (Shoppings Iguatemi e Praia de Belas, em Porto Alegre) servem o chopp de café. Que tal um happy hour diferente com os amigos?

Um novo café literário em Porto Alegre

O sociólogo gaúcho Antônio Gianechini, que morou muitos anos em Brasília, onde foi proprietário de cafeterias e um restaurante, criou na Rua da Ladeira, Centro Histórico de Porto Alegre, a Sr. Gabo, uma homenagem ao grande escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez. Um espaço que transpira literatura e café, uma dupla que combina sempre. 

Gabo era o apelido carinho do escritor. O lugar serve cafés orgânicos do Mercado e tem decoração intimista. Livros de Garcia Marquez estão sob as mesas do espaço, próximo da Biblioteca Pública do Estado e de livrarias tradicionais.

Quer saber mais sobre drinks com café? Aguarde!

Nas nossas próximas colunas, seguindo o clima de verão, vamos falar sobre drinks com café como a Caipirinha de Café e o Sex on´the coffee (inspirado no famoso drink da série Sex on´the city). Também vamos trazer dicas sobre licores e cervejas artesanais com café. Continue conosco nesta aventura cafeinada (que também pode ser etílica).

Em tempo: desejamos um ótimo Natal e um energizado 2020 para os nossos leitores. E não esqueçam: o café é um “santo remédio” para a ressaca de qualquer festividade dessa época!

por Laura Gluer

Laura Glüer é jornalista, executiva no mercado da comunicação corporativa e professora universitária. Mãe da Sophia e namorada do Alexandre. Ama conhecer cafeterias e aprender mais sobre a bebida. Coffee lover assumida, comanda o Café Combustível e escreve quinzenalmente no Bella Mais.


compartilhe