capa
Mariana Klein

Como você usa o seu tempo?

Mariana Klein lembra que a produtividade requer momentos de ócio

publicidade

Há alguns dias vi uma pessoa defender que o tempo precisa ser usado para o trabalho, e que o lazer seria algo secundário e pontual. Confesso que fiquei um pouco (muito) em choque.

Pensei que já tivéssemos deixado para trás o conceito de produtividade atrelada ao tempo de trabalho e que já estivéssemos muito mais perto de entregas por projetos, independente de quanto tempo foi empregado para serem concluídos.

Aparentemente, não.

Então, deixa eu contar uma coisa que aprendi nessa vida: sem paradas não tem criatividade. Se você precisar de fontes, recomendo a leitura de O Direito à Preguiça, de Paul Lafargue, e O Ócio Criativo, de Domenico Di Masi.

Se você quiser continuar por aqui, pega na minha mão e vamos em frente.

Primeiro deixa eu te contar que tempo é o bem mais escasso de nossas vidas. Sim, é aquela história de que quando as pessoas chegam ao fim da sua jornada elas não sentem falta de ter trabalhado mais, elas sentem falta de ter aproveitado mais. É por isso que eu sempre questiono quem cobra pouco por serviços como marketing digital.

Você já parou para pensar que o que você vende é o seu tempo? E que esse tempo não volta?

Será que você realmente gostaria de olhar pra trás e pensar: Ah, queria ter tido mais clientes como aquele que me exigia muito e pagava pouco...

Isso é uma parte da equação, e eu sei que quando a gente é muito jovem isso não passa pela cabeça. Ok, eu também já estive lá. Mas me promete que, se você tiver menos de 30, você vai pensar nisso.

A outra parte é o desgaste da máquina. Nossa máquina, também conhecida como corpo, precisa de cuidados e um deles é o descanso.

Descansar ajuda a resetar nosso sistema diariamente, uma boa noite de sono ajuda a nos proteger contra doenças e dizem que até ganhamos uns anos a mais lá no fim.

Mas uma coisa que não nos damos conta é que a criatividade flui melhor quando a cabeça esvazia. Ou você nunca teve uma grande ideia no meio do banho?

Quando usamos a máquina sem paradas para manutenção, ela começa a falhar, e o resultado vai ser uma queda na produtividade. E aí vai morrendo a vontade de criar, porque as ideias ficam confusas, e as entregas vão ficando cada vez mais simples e, eventualmente, os clientes vão embora.

Talvez a maior vantagem de ser sua própria chefe seja o poder de gerenciar seu próprio tempo. Não vale a pena abrir mão justamente desse detalhe em nome de ter mais clientes, até porque se você se enrolar muito não vai conseguir entregar nada para ninguém.

Pode parecer egoísta, mas lembre de se colocar em primeiro lugar. Beba água, coma comidas saudáveis, crie um ritual para ir pra cama e relaxar, caminhe ou ande de bicicleta, faça atividades físicas, saia com suas amigas, converse com pessoas diferentes, assista suas séries preferidas e deixe o sofá te abraçar. Organize seu dia de trabalho e limite suas horas de atividade.

Repita tudo isso por 4 semanas e você vai entender que a criatividade e a produtividade nascem justamente dos momentos de preguiça.

por Mariana Klein

Mariana Klein é professora universitária e consultora de marketing digital. Comanda a Petit Mídias Sociais e divide semanalmente aqui no Bella Mais o dia a dia do empreendedorismo.


compartilhe