capa
Tamy Yasue

Mar de Minas: joia escondida na Serra da Canastra

Tamy Yasue mostra as riquezas desse paraíso, localizado na cidade de Capitólio

publicidade

Mar de Minas, assim é conhecido o lago artificial que surgiu a partir da implantação da hidrelétrica de Furnas na década de 1950. Um nome modesto, pois o lago de Furnas deveria ser conhecido como o paraíso de Minas, tamanha a beleza do lugar, ainda desconhecido para boa parte dos brasileiros. Localizado na acolhedora cidade de Capitólio, o destino fica a cerca de 6 horas de carro São Paulo é perfeito para curtir um feriado prolongado.

O programa é perfeito para quem gosta de estar perto da natureza. A Serra da Canastra esconde muitas trilhas, passeios de barco e banhos em cachoeiras que parecem cenário de filme.



A comida mineira deveria ser patrimônio nacional. Delícias como o queijo canastra e a goiabada, dividem espaço à mesa com bolos e o incomparável pão de queijo. A cachaça marca presença em Capitólio é possível visitar as cachaçarias da cidade e conhecer o processo de fabricação.

Os hotéis e restaurantes disponibilizam mapas com as principais cachoeiras, indicando as que possuem estrutura turística (bar/banheiros) e as mais intocadas. A cidade também possui um aplicativo, o Portal Capitólio, que além das cachoeiras também traz atrações como restaurantes e bares.

O passeio de barco é imperdível! Existem duas opções: a chalana, com estrutura maior, visita dois pontos turísticos (cânions e Lagoa Azul), com duração de 3 horas. A segunda opção é a lancha, ideal para pequenos grupos, que visita 4 pontos (cânions, Lagoa Azul, Cascatinha e Vale dos Tucanos) em 2 horas de navegação. Os preços variam e as lanchas podem ser agendadas na Ponte do Rio Turvo (MG 050 KM 306) ou diretamente no seu hotel.



Quando o sol está alto e o céu limpo, a luz reflete nas rochas e a água adquire um tom turquesa encantador! Os barcos oferecem coletes e boias. Também é possível fotografar na água, pois há aluguel de câmeras GoPro. Além do passeio de barco, há muitas paisagens deslumbrantes e trilhas para desbravar. As cachoeiras têm piscinas naturais maravilhosas com águas cristalinas. O destaque vai para a Lagoa Azul que fica às margens da MG 050 e pode ser acessada de barco ou pelo restaurante na rodovia.



A Lagoa Azul pode ser acessada pelo restaurante na MG 050
 

O Paraíso Perdido também é fantástico e vale muito a visita. Você pode caminhar até a cachoeira principal ou se banhar nas piscinas naturais, mas atenção: o horário limite é 17h30 e a caminhada leva no mínimo 30 minutos. Não é permitido levar comida ou bebida pelas trilhas e é recomendável usar tênis.

Há hospedagens para todos os gostos e bolsos, desde campings até pousadas luxuosas. Geralmente os campings ficam próximos às cachoeiras e os que visitei tinham estrutura boa. O preço das pousadas varia com a localização, as próximas ao lago custam mais caro. Quem está de carro, pode arriscar algo em Capitólio ou Piumhi, caso contrário, o ideal é ficar próximo a Turvo. Se Capitólio está na sua lista de destinos, é importante organizar a visita com antecedência pois as pousadas costumam lotar e é difícil conseguir uma hospedagem sem reserva, sobretudo em feriados.

O ideal é reservar pelo menos 4 dias para Capitólio, mas quem tem disponível um tempo maior, pode explorar o Parque Nacional Serra da Canastra e conhecer animais da região como o tamanduá-bandeira e o tatu-canastra. Com sorte é possível avistar até a onça-pintada.

Explorar o Brasil algumas vezes pode ser um desafio devido às distâncias, mas lugares como Capitólio valem a visita e descobrir as diferentes culturas em nosso país é uma experiência riquíssima.

por Tamy Yasue

Tamy Yasue é designer, yogui, mergulhadora e apaixonada por esportes. Adora estar em movimento, conhecer novas culturas, pessoas e olhar o mundo de um ângulo diferente, por isso isso viaja sempre que pode e nos intervalos pesquisa sobre novos destinos.


compartilhe