capa

Quer se livrar da bagunça? Veja dicas para organizar melhor a sua casa

Sala, banheiro, quarto e cozinha merecem atenção especial para deixar tudo no lugar

publicidade

Quem nunca chegou em casa e encontrou uma cenário de caos com bagunça pelos ambientes? Muitas vezes, só se percebe o quanto somos desorganizados quando a situação já está caótica. Vale lembrar que organizar e arrumar são coisas diferentes. Arrumar é deixar o ambiente bonito. Organizar é deixá-lo bonito, mas também prático e funcional.

Segundo a personal organizer, Valéria Adami, para se libertar da bagunça o primeiro passo é querer. “O segundo passo é começar devagar, por um local pequeno como uma gaveta, por exemplo. A partir disso, a pessoa vai vendo como a organização faz bem para si, como ajuda tudo a fluir melhor e vai ampliando para outros ambientes. Se resolve organizar o armário grande, por exemplo, tira todas as roupas de dentro, coloca em cima da cama e, muitas vezes, sente que não vai conseguir dar conta de organizar tudo. Já se frusta e desiste”, aconselha a profissional, que tem mais de 12 anos de experiência na área. Para organizar a gaveta, explica Val, o ideal é retirar tudo o que tem dentro e começar a selecionar o que vai para doação, o que vai para o lixo ou o que deve ser guardado em outro lugar. Decidido o que permanece, deve-se organizar por categorias, separar (pode-se usar pastas, por exemplo) e identificar.

Quem já tem alguma familiaridade com o processo, pode ir ampliando o processo para outros cômodos da casa. Valéria nos dá  algumas dicas de como organizar a cozinha, o quarto, a sala e o banheiro.

Sala: para evitar a bagunça, o ideal é ter locais definidos para aqueles itens que trazemos da rua, como bolsa, casaco e chaves. “É essencial ter um local específico para eles ou então o casaco vai parar na cadeira ou em cima do sofa, a bolsa fica sobre a mesa e por ai vai”, explica Valéria. Além de organizadores disponíveis no mercado, outra dica é procurar móveis que possam fazer esse papel (especialmente se a opção for pelos planejados, que podem ser projetados especiais com esses espaços para organização). Para quem tem crianças, uma boa estratégia é ter um pufê com baú para colocar os brinquedos dentro. Fácil e rápido.

Quarto: “O excesso de roupas no guarda roupas é a principal fonte de bagunça no nesse ambiente”, indica Valéria. Para isso, a dica é diminuir a quantidade de peças. Faça uma limpa, mande roupas sem uso para doação ou mesmo para venda e separe aquelas que usa mais, deixando-as mais a mão. As roupas com menos uso, podem ser colocadas em caixas etiquetadas e guardadas na parte de cima do roupeiro - isso facilita na hora de procurar por ela. Um cabideiro no quarto pode ser a solução para as roupas usadas, desde que os itens sejam guardados diariamente.

Cozinha: O segredo é deixar a mão os objetos mais usados como louças, eletrodomésticos e porta mantimentos. O que não é do dia a dia, pode ficar nas partes mais altas ou de difícil acesso, por exemplo. Os mantimentos merecem uma atenção especial: além de um espaço específico no armário para eles, devem ser separados por tipo: cereais, guloseimas, latas, entre outros. Os cestos, disponíveis em diversos modelos que atendem a situações específicas, facilitam esse trabalho.

Banheiro: Aqui os cestos também são bons aliados, principalmente quando o espaço do banheiro não é tão grande. O ideal é separar as maquiagens, os produtos de higiene, os shampoos, entre outros, em cestos separados. A maquiagem requer atenção especial por conta do prazo de validade: muitas vezes as mulheres usam produtos fora da data sem saber. Outra opção é usar ganchos nas paredes para organizar toalhas e até mesmo equipamentos como o secador. Segundo Valéria, já há boas opções de ganchos que podem ser colados ou descolados das paredes sem furos.

Organizar os ambientes é prática: quanto mais você fizer, mais vai gostar e mais prática terá. Então, que tal seguir as dicas da especialista e começar?

 

 


compartilhe