capa

Seis dicas para montar seu escritório em casa

Espaço de trabalho em casa ganhou importância com o isolamento social e merece atenção na hora de decorar


publicidade

O home office passou a ser uma realidade para muitos trabalhadores durante a pandemia de coronavírus. Um dos desafios enfrentados é encontrar a melhor maneira de trazer o ambiente de trabalho para a casa. Segundo a arquiteta e urbanista Paula Loureto, especialista em arquitetura de interiores, neste momento atípico em que vivemos, passamos a ter uma nova percepção dos interiores dos nossos lares. “Com a rotina acelerada, por muitas vezes não percebemos necessidades que se revelaram na pandemia, devido ao excesso de trabalho em home office”, explica. 

Paula ressalta que hoje a maior procura dos clientes é voltada aos espaços internos. “A grande maioria se adaptando a uma nova rotina e buscando um conforto que não se imaginava que não tínhamos”, aponta a profissional. Confira abaixo as dicas da arquiteta para montar seu escritório em casa:

1 - Escolha do ambiente

Segundo Paula, escolher um espaço de escritório dentro de casa não é simplesmente realizar a compra de um mobiliário, e sim encontrar um espaço onde seja possível desligar da rotina do lar e desta forma, criar uma rotina mais organizada e dividida entre as funções diárias . A escolha deste local pode fazer toda a diferença para o seu rendimento pessoal e profissional.

“A principal dica é sempre realizar a escolha mais afastada do seu local de descanso. A maioria das habitações de hoje não apresenta espaço com dimensionamento vasto, então temos em vista que não se precisa criar um espaço único de escritório, mas que este seja afastado das áreas de descanso, lazer e circulação, tais como sala de TV. As melhores opções são os quartos de hóspede e varandas, que possibilitam maior concentração sem envolver grandes orçamentos”, indica. 

2 - Escolha dos móveis

Aqui a palavra de ordem é conforto. “Precisamos pensar numa boa ergonomia de cadeira, além de um bom visual do espaço proposto. Os móveis mais indicados são os que garantem conforto, optando por cores claras de bancada e posicionando sempre na melhor iluminação natural possível”, ressalta Paula.

3 - Iluminação

Paula destaca que o espaço fica mais aconchegante tendo a melhor incidência de iluminação natural. “A implantação da mesa de trabalho próxima às aberturas é uma boa pedida, mas sempre com o auxílio da iluminação artificial, focando para a luz de cor branca, pois esta remete a atenção, gerando uma melhor visualização do ambiente”, destaca.

4 - Cores do ambiente

 

A escolha da cor é fundamental para a motivação no trabalho, pois cada cor exercer uma função sobre os estímulos gerados em nosso cérebro. “A dica é buscar tons que remetam à inspiração, segurança e confiança para os espaços de home office. As cores mais indicadas nessa situação são os tons de azul, que remetem à serenidade e paciência, os de verde que trazem a tranquilidade e os laranjas, que remete ao otimismo”, explica a arquiteta.

5 - Escolha dos objetos

Uma dica bacana sobre objetos é o quadro de avisos ou a mais famosa lousa, elemento que auxilia na organização do dia, deixando visíveis as tarefas. “Ele vem aparecendo bastante nos espaços de trabalho residenciais, de diferentes formas:  quadro de vidro, a própria parede que recebe pintura ou adesivo preto, criando mais que um objeto, mas uma parte divertida de se organizar”, explica Paula.

Outra dica trazida pela arquiteta é uma mesa que tenha um arquivo acoplado ou um móvel, para ter espaço para arquivos e pastas. “É importante que os objetos sejam funcionais e práticos. Caso se opte por um espaço mais clean, de cor única, a tabela de cores se encaixa perfeitamente para os objetos”, destaca.

6 - Decoração de forma geral

De acordo com Paula, o segredo é não carregar na decoração, tendo em vista que é um espaço de trabalho e não um atelier proposto. “O ideal é buscar harmonia com os mobiliários já existentes, sem carregar nas cores. Elementos divisores como plantas podem dar um toque a mais”, indica.

 

por Mariana Nunes

Mariana Nunes é jornalista. Ama café, praia, chocolate e futebol - não necessariamente nessa ordem. É torcedora fervorosa do Internacional e repórter do Bella Mais. @a_marinunes


compartilhe