capa

Tons escuros são a preferência nos dias mais frios.

Como cuidar das unhas no inverno

Dias frios ressecam unhas e cutículas, que perdem a umidade e podem lascar

publicidade

Engana-se quem pensa que mãos e pés não precisam de atenção especial no inverno. Os dias mais frios provocam ressacamento redobrado para a pele e as unhas, que perdem umidade por conta da variação de temperatura. Somente o uso de hidratantes comuns não é suficiente para manter a saúde e beleza das unhas, que podem lascar ou quebrar com mais facilidade. Segundo a manicure Ana Laura Andrade, do Salão Alisson Salles Bela Vista, as cutículas sofrem sofrem particularmente nessa época. “O frio e a água quente do banho ressecam ainda mais as cutículas, especialmente as das mãos e o creme hidratante diário não resolve o problema”, explica ela. Além de produtos específicos, pomadas a base de dexpantenol ajudam a amenizar o ressecamento e ainda podem ser usadas para tratar as rachaduras nos calcanhares - outro problema comum nessa época.

 

Em relação aos pés, Ana Laura lembra que o inverno é o período ideal para tratar fungos. Ela indica que a pedicure seja feita normalmente nessa época, limpando as unhas, mas sem aplicação do esmalte. “A unha não respira, como as pessoas costumam falar, mas é importante deixá-la sem esmalte e reforçar a hidratação pelo menos duas vezes por semana já que o pé fica mais abafado dentro dos sapatos fechados”, acrescenta ela. Cremes com ureia também são boas opções para a hidratação pois potencializam os demais componentes da fórmula.

 

Metalizados são tendência

Para o inverno, a aposta das marcas são os esmaltes metalizados em diferentes cores. Ana Laura lembra que na estação normalmente as cores preferidas das clientes são os tons mais escuros: vinhos, vermelhos, marrons e cinzas. O preto também sempre tem procura por mulheres de todas as idades. “E os branquinhos, que já foram a preferência, hoje perderam espaço para os tons de nude, especialmente no pé. A moda começou no verão, pois os nudes duram mais, disfarçam imperfeições e não amarelam com o protetor solar. Agora, está se mantendo no inverno”, afima Ana Laura.


compartilhe