capa

Empresárias criam plataforma de empregos voltada para mães

Mama Jobs ajuda mulheres a se recolocarem profissionalmente após a maternidade

publicidade

Recentemente você leu aqui no Bella Mais que a chegada dos filhos impacta oito vezes mais a vida profissional das mulheres do que dos homens. Porém, há iniciativas com o objetivo de mudar esta realidade. É o caso do Mama Jobs, criado pelas empresárias Ana Paula Ferraz e Mariana Gabrijelcic. A plataforma foi criada para ajudar mulheres que se tornaram mães a se recolocarem no mercado de trabalho em empresas que não enxergam a maternidade como uma barreira profissional.

As duas sócias - que se conheceram na escolinha dos filhos mais novos - tinham um questionamento em comum: por que muitas mulheres tinham que abrir mão da sua profissão depois que se tornavam mães? “O Mama Jobs veio justamente para transformar este cenário, para ajudar as mães que desejam continuar ativas no mercado de trabalho e não necessariamente querem empreender, mas sim seguir suas carreiras”, esclarece Ana Paula. Lançado em outubro de 2019, o site já conta com mais de 1000 currículos cadastrados no banco de dados e 20 empresas parceiras.

Além do cadastro gratuito de currículos para mães de todo o Brasil, o site oferece perfil comportamental para as candidatas, workshops com conteúdos focados em carreira e auxílio para montagem de currículos. As vagas oferecidas atendem diversos perfis: horário integral, flexível, home office. “Nós entendemos que as mães vivem diferentes fases. As que têm filhos menores precisam de maior flexibilidade, já as com crianças mais velhas, já buscam turno integral. Então nossos serviços são focados em cada uma dessas fases”, explica Ana Paula. Para a escolha das empresas parceiras, é levado em consideração se elas atendem o perfil “mama friendly”. “Fazemos uma análise sobre a cultura da organização e se é um local que vai acolher as mães que forem encaminhadas para lá”, reitera.

Isolamento social congelou vagas

No período de isolamento social, algumas das vagas foram congeladas. Por isso, as empresárias entenderam que é o momento de preparar as mães para quando a situação estiver normalizada através de programas voltados para a carreira. Um deles é o Despertar, que tem como foco o autoconhecimento baseado no perfil comportamental. “O programa é dividido em encontros online com ênfase em mapear habilidades das candidatas, inclusive as adquiridas na maternidade”, informa Ana Paula.

Para a empresária, após se tornarem mães, as mulheres adquirem diversas habilidades que podem também serem utilizadas no mercado de trabalho, como  empatia, trabalho em equipe, administração de tempo e criatividade. “Nós acreditamos que as mulheres podem sim ter um equilíbrio entre maternidade e carreira. E o propósito do Mama Jobs é olhar e acolher essas mães. Mostrar paras empresas que não queremos tratamento diferente, apenas que entendam que todos podem contribuir para que essas mulheres tenham seu espaço no mercado”, afirma.


 


compartilhe