capa

Amazon França retira bonecas sexuais com aparência de meninas

Associações alertaram a empresa sobre os produtos, que retirou os produtos de sua plataforma

publicidade

A Amazon França retirou de seu site "bonecas sexuais que parecem meninas" após a mobilização de associações, anunciou o secretário de Estado francês para a Infância e Famílias. "Após o alerta das associações, pelas quais sou grato, pedi à (Amazon) para parar de comercializar bonecas sexuais com forma de meninas em sua plataforma, o que a Amazon França fez imediatamente, comprometendo-se a permanecer vigilante", afirmou Adrien Taquet no Twitter.

"Banir a pedofilia de nossa sociedade é responsabilidade de cada um", acrescentou o secretário de Estado, que no outono lançará uma "comissão independente sobre violência sexual infantil". "A proteção de crianças e adolescentes é uma prioridade para nós", reagiu a Amazon França. 

"Todos os parceiros de vendas devem seguir nossas políticas e qualquer violação leva à aplicação de medidas apropriadas, incluindo  a possível exclusão da conta do vendedor". A Associação Internacional de Vítimas de Incesto alertou no sábado, em sua conta no Twitter, sobre essas "bonecas sexuais pedófilas com aparência de menina", objetos ilegais, uma vez que o artigo 227-23 do Código Penal proíbe a representação de um menor quando esta representação tiver caráter pornográfico".

A associação, que aplaudiu "a rápida intervenção" de Adrien Taquet, também lembra que o caso já havia ocorrido na Amazon Reino Unido em 2018.

AFP


compartilhe