capa

Marca lança esponja de aço com nome Krespinha e é acusada de racismo

Bombril tirou o produto, que é de 1952, de seu site

publicidade

A marca de produtos de limpeza Bombril foi criticada nas redes sociais nesta quarta-feira, 17, após relançar uma palha de aço que possui o nome Krespinha. A associação do cabelo crespo com o produto gerou diversas acusações de racismo, já apontadas em estudos acadêmicos baseados no produto original, de 1952.

Pouco tempo após o lançamento do produto no site da Bombril, uma propaganda do produto da década de 1950, que mostra uma boneca negra com cabelo crespo ao lado da palha de aço começou a circular no Twitter.

Depois da hashtag #BombrilRacista chegar aos assuntos mais comentados do Twitter nesta manhã, a Bombril pediu "sinceras desculpas" e decidiu que vai retirar, a partir de hoje, a esponja de aço chamada "krespinha" do seu portfólio de produtos. Segundo a Bombril, não houve relançamento ou reposicionamento de marca recente do item em questão, que está no portfólio do grupo há quase 70 anos. "A marca estava no portfólio há quase 70 anos, sem nenhuma publicidade nos últimos anos, fato que não diminui nossa responsabilidade", disse a companhia em nota no Twitter.

O produto já foi retirado do site e a marca se comprometeu a rever sua estratégia de comunicação de modo a aumentar seu compromisso com a diversidade.

Agência Estado


compartilhe