capa

Atriz Natalie Portman comanda uma nova equipe de futebol feminino

Portman e outras atrizes e esportistas estão investindo Liga Feminina de Futebol


publicidade

A atriz Natalie Portman lidera um grupo responsável por fundar uma nova franquia que disputará o futebol feminino em 2022, e que também contam com outras figuras de Hollywood como Jessica Chastain e Eva Longoria e atletas como Serena Williams, anunciou nesta terça-feira a Liga Feminina (NWSL).

"Um grupo majoritariamente fundado por mulheres e liderada pela atriz e ativista Natalie Portman (...) tem assegurado o direito exclusivo de levar uma equipe de futebol feminino profissional a Los Angeles para estrear na primavera (boreal) de 2022", informou a NWSL em um comunicado.

A equipe de Los Angeles, inicialmente chamada de Angel City, se tornará a décima primeira equipe da NWSL, já que outra franquia, o Louisville FC, se unirá as nove equipes atuais em 2021.

Além de Portman, outras integrantes do grupo fundador são a investidora em capital de risco da tecnologia Kara Nortman e a empresária do setor de videogames Julie Uhrman, que ficará com a presidência da nova equipe de futebol.

Primeira franquia liderada por mulheres

"Hoje damos um passo emocionante ao anunciar o primeiro grupo proprietário liderado por mulheres", disse Portman, vencedora do Oscar de melhor atriz por "Cisne Negro" em 2011. 

"Os esportes são uma forma tão alegre de unir as pessoas, e isso tem o poder de fazer uma mudança tangível para as esportistas femininas em nossa comunidade como na esfera profissional", declarou.

"Esperamos ter um impacto substancial em nossa comunidade, nos comprometendo à ampliar o acesso aos esportes para os jovens de Los Angeles", disse Portman, que durante sua carreira tem se envolvido em diversas causas sociais incluindo o movimento "Time's Up", que luta contra o assédio e o abuso sexual na indústria do entretenimento.

Entre os investidores da nova franquia estão outras atrizes: Chastain, Longoria, Jennifer Garner e America Ferrera, e atletas como a tenista multicampeã Serena Williams e mais de uma dezenas de ex jogadoras de futebol, entre elas Mia Hamm e Julie Foudy.

A NWSL, que em 2013 celebrou sua temporada inaugural, foi a primeira liga de esportes profissionais dos Estados Unidos que retomou às atividades em meio a pandemia do novo coronavírus.

Seu torneio, a Challenge Cup, perdeu algumas figuras como a atual Bola de Ouro feminina, Megan Rapinoe. A retomada das atividades iniciou em 27 de junho em dois estádios com as portas fechadas no estado de Utah e terá sua final no próximo domingo. Os Estados Unidos são uma das grandes potências do futebol feminino e atual campeão mundial. 

AFP


compartilhe