capa
Negócios & Finanças

William e Kate visitam Lahore em viagem pelo Paquistão

Casal começou o dia com visita a orfanato e comemorou o aniversário das crianças


publicidade

O príncipe britânico William e sua esposa Catherine visitaram Lahore, a capital cultural do Paquistão, nesta quinta-feira, 17, durante o quarto dia de sua turnê neste país. 

O casal começou o dia com uma visita ao orfanato SOS Children's Village, onde Kate fez um discurso, fez uma saudação em idioma urdu e comemorou o aniversário das crianças.

Mais tarde, os Duques de Cambridge foram para a Academia Nacional de Críquete, onde ambos fizeram algumas corridas enquanto jogavam ao lado de uma série de estrelas - atuais e aposentadas - desse esporte. 

Depois de trocar de roupa, a dupla foi para a Mesquita Badshahi, uma das maiores do mundo. Wlliam usava um terno de linho de cor creme e Kate vestiu um conjunto verde, cobrindo os cabelos em um lenço do mesmo tom.

A mãe de William, a princesa Diana, causou polêmica na mesma mesquita em 1991, vestindo uma saia acima do joelho, causando uma reação violenta de alguns líderes muçulmanos.

O casal real completou a viagem com uma visita ao Hospital Memorial do Câncer Shaukat Khanum, fundado pelo primeiro-ministro Imran Khan, onde Diana é lembrada por ajudar a arrecadar dinheiro para sua instalação nos anos 90.

O Palácio de Kensington afirma que essa viagem de cinco dias que termina nesta sexta-feira é a "mais complexa" feita pelo casal até hoje. 

O casal passou grande parte do tempo promovendo várias causas, da educação das meninas à conservação e conscientização sobre as mudanças climáticas.

Islamabad espera promover tanto o turismo quanto o investimento estrangeiro. Existem sinais promissores, incluindo o retorno da companhia aérea British Airways no início deste ano, depois de mais de uma década, e o lento mas constante renascimento do críquete. 

O casal real planejava viajar para Islamabad na noite de quinta-feira, mas uma forte tempestade impediu o desembarque de seu avião, que teve que retornar a Lahore.

© Agence France-Presse


compartilhe