capa

Exclusivo: descubra as mentiras mais usadas em apps de relacionamento

Idade, altura, profissão estão entre as invenções preferidas dos brasileiros

publicidade

Na hora da conquista vale tudo para chamar a atenção do crush? A experiência de quem recorre aos aplicativos de relacionamento mostra que, muitas vezes, sim. Não são raros os casos de “pequenas mentirinhas” ou os famosos “upgrades” no perfil para atrair mais interessados. A pedido do Bella Mais, o aplicativo de relacionamento The Inner Circle, que tem cerca de 75 mil cadastrados no País, realizou uma pesquisa exclusiva com cerca de 3 mil usuários brasileiros, entre 18 e 60 anos, para identificar quais as “mentiras de mordomo” (aquelas aparentemente inofensivas) são mais utilizadas para chamar a atenção e conquistar likes.  

Entre as informações coletadas, 21,2% dos usuários revelaram mentir por estarem preocupados em não ser o suficiente para chamar a atenção e 25,8% afirmam usar desse artifício com o objetivo de despertar o interesse de pessoas mais atraentes.

A amostragem contou com a participação de 51,7% de homens e 47,8% de mulheres entre as 2.785 pessoas que responderam as questões. Desse percentual, 14,4% disseram que já mentiram dizendo ser mais sociáveis do que realmente são, 13,6% diminuiram a idade e 13,4% disseram ter um trabalho diferente do que realmente têm.

Os membros do The Inner Circle também foram questionados sobre o que fariam se descobrissem que alguém com quem então saindo mentiu durante a conquista. A grande maioria, 80,8%, afirmam que perdoariam dependendo da mentira, já 18,1% iriam deixar de sair com a pessoa. Ainda segundo o levantamento, 61,2% não perdoariam o fato do crush dizer que não tem filhos e na verdade ter e 38% não tolerariam a mentira de dizer que não é fumante.

Mas engana-se quem acha que essas pequenas mentiras pesam na consciência. Mais de 41% dos participantes disseram que só confessariam a verdade para o crush se o assunto surgisse naturalmente e 21,5% nunca contariam. Outros 29,2% disseram que contariam a verdade durante o primeiro encontro. Outra constatação é que o namoro que começa virtualmente tem deixado de ser um tabu, pois 64,7% dos usuários que responderam a pesquisa disseram que não mentiriam para amigos e familiares sobre ir a um encontro com alguém que conheceu no aplicativo de relacionamento, e somente 14,4% não contariam. Eles também disseram (76,8%) que falariam a verdade para os amigos e familiares sobre conhecer o (a) parceiro (a) no aplicativo.

Para David Vermeulen, fundador e CEO do The Inner Circle, os dados apenas confirmam uma percepção em relação ao comportamento dos usuários brasileiros, que estão mais abertos para assumir que utilizam os aplicativos de relacionamentos e que, de fato, buscam por um relacionamento sério. “Acredito que utilizar ferramentas que facilitem o acesso para conhecer pessoas, ainda mais hoje em dia, na era digital, é bastante positivo e aumenta as possibilidades de encontrar um par ideal”, afirma.


compartilhe