capa

Menina de 11 anos costura 500 cobertores para crianças vulneráveis

A americana Lucy Blaylock vem dando bom exemplo de solidariedade


publicidade

 Lucy Blaylock mora no Tennessee, Estados Unidos, tem 11 anos e foi depois de costurar uma colcha e dá-la de presente a um amigo, há três anos, que ela decidiu multiplicar esse ato de carinho para outras crianças. Em uma rede social, a menina lançou uma oferta geral e recebeu mais de dez mensagens de famílias cujos filhos estavam lutando contra o câncer, tinham autismo ou estava em alguma condição de vulnerabilidade. Foi o primeiro passo para uma extensa corrente de amor.
Comovida com todas as histórias, ela não conseguiu escolher apenas uma pessoa para fazer a doação, então contou com a ajuda da mãe para confeccionar uma coberta para cada criança.
"Quando eu disse a ela que era hora de escolher, ela começou a chorar e disse que não podia escolher apenas uma", disse Veronica Blaylock, mãe de Lucy, ao Good Morning America.
Até agora, a menina já costurou 500 cobertores que foram doados para crianças em 14 países, além dos Estados Unidos. Com a pandemia do novo coronavírus, ela passou a confeccionar máscaras de proteção facial, tanto para crianças quanto para profissionais de saúde. Desde março, ela doou 1.100 itens para quem pede ajuda.
Cada cobertor é enviado com a assinatura de Lucy, bordada a mão dentro de um coração. No Instagram, ela compartilha o trabalho que tem feito e fotos de algumas crianças que recebem a doação. A menina também incentiva as pessoas a colaborarem com a corrente do bem por meio de doações de materiais necessários para fabricar os itens.
Agência Estado
 


compartilhe