capa
Relacionamentos

Clube de Leitura para mães incentiva discussões e troca de experiências

Em entrevista ao Bella Mais, a idealizadora do projeto e nossa colunista, Arieli Groff, fala sobre a segunda edição do Clube de Leitura Materno

publicidade

Você, mãe, já pensou em participar de um clube de leitura e poder discutir sobre temas e vivências relacionados à maternidade com outras mulheres? É justamente essa a proposta do Clube de Leitura Materno, projeto idealizado pela psicóloga e colunista do Bella Mais, Arieli Groff.

Além da curadoria de livros exclusiva, a segunda edição do clube contará com encontros semanais ao vivo, com início em março. Confira mais detalhes sobre o projeto na entrevista que fizemos com Arieli. Nela, a psicóloga fala sobre como surgiu a iniciativa e as suas expectativas para esta nova edição. 

Bella Mais - O que é o Clube de Leitura e quando ocorreu a primeira edição?

Arieli Groff - O Clube de Leitura Materno é uma curadoria de livros de autores referências sobre temas como infância, maternidade, educação, vínculos e desenvolvimento infantil. A cada mês faremos o estudo de um dos livros da lista, sendo 10 no total, em encontros online e ao vivo, onde todo o assunto abordado no livro será contextualizado e explicado detalhadamente por mim, Arieli. Além disso, contaremos com a participação dos autores de algumas das obras e teremos a oportunidade para trocas de impressões das participantes sobre a leitura. A primeira edição do Clube ocorreu em 2021 e as inscrições encerraram com as vagas esgotadas e uma lista de espera para a próxima edição. 

Bella Mais - Como surgiu a ideia de criar o Clube e como ele foi pensado?

Arieli Groff - O Clube de Leitura Materno nasceu da minha paixão por livros e por aprender constantemente, cada vez mais. Sempre gostei de estudar e como psicóloga, a leitura é a base de todo aprendizado. Ao me tornar mãe, mergulhei no universo da maternidade, de corpo, alma, e claro, leituras. De um jeito muito fluido, comecei a compartilhar o que acredito, pratico e estudo sobre o mundo materno. O Clube, primeiro focado exclusivamente em maternidade, infância, educação e desenvolvimento infantil, foi pensado como uma forma de alinhar minha paixão pela leitura, por estudar, compartilhar e também, auxiliar mães que gostariam de ler mais, mas não conseguiam ter estímulos suficientes para manterem a disciplina ou a motivação e que, por vezes, se sentiam perdidas entre tantas opções. O objetivo é oferecer uma curadoria de livros e um acompanhamento para estudo e discussão das publicações, promovendo um maior engajamento e para que essas mães sintam que não estão sozinhas nessa jornada. 

Bella Mais - Pode explicar como essa edição do Clube funcionará? Como serão os encontros?

Arieli Groff - A segunda edição do Clube de Leitura Materno acontecerá de março a dezembro, com encontros ao vivo, sempre na última terça-feira do mês às 20h. No entanto, ao se inscrever, as participantes já terão acesso liberado a todos os encontros da primeira edição do Clube em formato de áudio, a um curso completo sobre como lidar com as famosas “birras” e à gravação dos encontros desta edição, disponíveis por um ano para quem não conseguir estar presente nos encontros ao vivo. Terão acesso ainda aos resumos de todos os livros em podcast, a um grupo de participantes e a aulas inéditas gravadas sobre puerpério e desenvolvimento infantil. 

Bella Mais - Quem poderá participar?

Arieli Groff - O Clube é para mulheres e mães que querem estudar mais sobre maternidade e desenvolvimento infantil mas não tem tempo, desejam melhorar a forma como interagem com seus filhos, gostariam de se sentir menos culpadas como mães, buscam se cobrar menos, se sentem incompreendidas e solitárias nas vivências da maternidade, desejam ter mais tempo de qualidade com os filhos, não conseguem manter o hábito da leitura ou buscam motivação para ler. De forma geral, é para toda mulher que se interessa pelo feminino e temas como maternidade, infância, educação, puerpério, vínculos e desenvolvimento infantil. Recebemos inscrições de mães, profissionais da saúde, tias e madrinhas tanto na edição passada, quanto nessa.

Bella Mais - Por que essas mulheres devem participar do Clube de Leitura? O que elas podem esperar dos encontros?

Arieli Groff - O Clube de Leitura Materno, mais que um grupo de estudo, é uma rede de trocas e apoio. Quem participa, acaba por encontrar muita teoria, estudo e conteúdo sério sobre os assuntos abordados, mas também o compartilhamento de experiências com outras mulheres e mães, além de afeto, identificação e muito acolhimento. O Clube tem se mostrado uma jornada transformadora no maternal de muitas mães. 

Bella Mais - Como foi a experiência da primeira edição do projeto?

Arieli Groff - O Clube de Leitura Materno trouxe muitas surpresas desde sua primeira edição. Em cada encontro, muito além do estudo de cada livro, as mães se sentiam amparadas, entendidas em suas dificuldades e medos, acolhidas e não julgadas. Era a oportunidade de encontrar com outras mulheres, que entendiam o que cada uma estava passando ou já haviam vivenciado tais experiências em seus processos de maternidade. Muitas participantes relataram que só conseguiram acompanhar os encontros posteriormente na forma gravada, mas sentiram o mesmo engajamento e impacto. O Clube foi muito além da expectativa inicial e ultrapassou os objetivos pelos quais foi criado inicialmente. 

Bella Mais - E agora, quais as suas expectativas para a segunda edição?

Arieli Groff - Nessa edição, vamos ir um pouco além da maternidade. A ideia é voltarmos o olhar para a mulher além do papel de mãe, tendo para isso, livros que contemplem e estimulem o pensamento sob essa ótica. A pedidos das participantes, foram incluídos também assuntos que não estavam presentes na primeira edição, como por exemplo, luto infantil e adolescência. Escolhemos tanto livros técnicos quanto infantis e de literatura, para estimularem os estudos e as discussões dos encontros. A minha expectativa é de que o Clube siga sendo muito maior do que eu mesma planejo! 

Bella Mais - Por que é importante para as mães ter um espaço de discussão como o clube?

Arieli Groff - Defendo a ideia de que precisamos estudar para sermos mães, afinal, estudamos para praticar com o máximo de qualidade nosso trabalho, então por que não estudar para nossa missão mais importante na vida? Não existe atalho para o conhecimento. Precisamos falar e compartilhar cada vez mais sobre o universo materno, os processos inimagináveis que vivemos com a maternidade e que ninguém nos conta, entender por que nossos filhos têm determinados comportamentos, o que se passa na mente da criança e como fazer a sua parte para desenvolver filhos emocionalmente saudáveis e futuros adultos confiantes, seguros e felizes. Além disso, mães precisam de outras mães a qualquer tempo.

Ficou interessada em participar do Clube de Leitura Materno? Encontre mais informações sobre a segunda edição do projeto no site. As inscrições ficarão abertas enquanto houver vagas disponíveis.


compartilhe