capa

Alice, Mel e Sophia têm milhares de seguidores

Vida de influencer: pequenas fazem sucesso nas redes sociais

Na semana do Dia da Criança, o Bella Mais conta um pouquinho da vida das estilosas Alice Baltezam, Melissa Fontes e Sophia D’Avila

publicidade

Elas têm milhares de seguidores, recebem convites para campanhas, eventos e são inspiração fashion para muitas meninas - tudo isso na faixa-etária dos 10 anos. As influencers mirins têm conquistado cada vez mais espaço e feito sucesso com a garotada conectada nas redes sociais. Tudo isso, sem, claro, deixar de lado a vida de estudos e brincadeiras.

Na semana do Dia da Criança, contamos um pouquinho da vida das estilosas Alice Baltezam, Melissa Fontes e Sophia D’Avila, ou melhor, @alicebaltezam, @melissafontesp@petit_sophia. Falamos também com as mães delas, sobre como lidam com a fama das pequenas. Ao que parece, apesar da pouca idade, elas sabem muito bem separar o mundo online do offline.

Alice Baltezam

Com mais de 60 mil seguidores no Insta e há cerca de seis anos fazendo parte desse mundo digital, Alice Baltezam já pode se considerar uma veterana, apesar dos apenas 10 anos de idade. A mãe Chaiane Alves dos Santos nem sabe dizer exatamente como o sucesso todo começou. "Só foi acontecendo e ela ama tudo isso", conta.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por 🌸Alice Baltezam🌸 (@alicebaltezam) em

 

Alice confirma que se sente em casa junto aos seguidores. "Amo o carinho que recebo. É muito legal poder de alguma forma fazer o bem. Todos os dias recebemos mensagem no direct de pessoas dizendo que alegro o dia delas de alguma forma. Só em pensar que consigo alegrar as pessoas sendo eu mesma é muito legal. Por isso amo tudo que faço", revela a influencer, que sonha em trabalhar na televisão.

E a troca de Alice com os fãs não pode ser mais fofa. "Ela tem uma relação de muito carinho e amor com as pessoas. Abraça, tira fotos, para o que está fazendo e dá atenção quando se dirigem a ela, tanto pessoalmente, como virtualmente", destaca a mãe. 

Mas não pense que por conta do sucesso o foco fica nas redes sociais. Chaiane ressalta que a prioridade é a família e os estudos. "Até hoje ela não tem celular nem notebook, mesmo vivendo neste 'mundo'. Então, fica fácil de controlar limites. Aqui em casa temos o dia offline que ficamos de pijama o dia todo."

Melissa Fontes

Foi querendo ser youtuber e fazendo vídeos caseiros que Melissa Fontes, 9 anos, deu os primeiros sinais como estrela do mundo virtual. A mãe Cristiane Fontes conta que começou a postar fotos da filha no Insta há cerca de 5 anos, sem muita pretensão. Hoje, são mais de 20 mil seguidores acompanhando o seu dia a dia. "Ela começou a se interessar mesmo há uns dois anos, seguindo as youtubers que gosta", conta, citando Sophia, que hoje é amiga de Mel.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mamãe Cris e Melissa Fontes (@melissafontesp) em

 

Melissa pretende seguir como influencer digital, mas já avisou: também quer ser modelo e artista, além de viajar pelo mundo. "Adoro receber o carinho de pessoas e crianças que gostam de mim, que me seguem, quando sou reconhecida, quando meus parceiros gostam e elogiam o que eu faço", elenca. 

A hora dos "recebidos", como não podia deixar de ser, também é um momento de festa para Mel. "Ela adora os seguidores, trata sempre com carinho e respeito, aceita todo tipo de críticas, interage bem com todos, crianças e adultos também", conta Cristiane.

Tudo isso, claro, com a supervisão da mãe. "Estou sempre controlando. Ela tem horários acertados para estar nas redes, tanto nos momentos de ações ou eventos, quanto em casa, respondendo aos seguidores", revela Cristiane. "Ela adora estudar, gosta muito de ler, brincar, estar em família. E é sempre bem tranquilo da parte dela aceitar as regrinhas que estabelecemos."

Sophia D'Avila

O nome nas redes pode ser Petit, mas o perfil, com quase 40 mil seguidores, é gigante. Sophia D'Avila, 11 anos, mais conhecida como Petit Sophia, já cresceu em meio ao mundo dos blogs por conta da mãe, a também influencer Mônica Loureiro. "Desde muito pequena ela começou a reproduzir, entre as brincadeiras, o que eu fazia. Aos 5 anos, começou a acompanhar o movimento de crianças no YouTube e manifestou a vontade de ter um canal também. Mas era apenas uma brincadeira, não havia periodicidade, nem dedicação de nossa parte por ela ser muito pequena", relembra Moni.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sophia D’Avila | fashion Teen (@petit_sophia) em

 

Tudo mudou quando Sophia, aos 9 anos, pediu para conversar "sério" com a mãe, dizendo que gostava de moda e que queria postar seus looks no Instagram. "Ali, atendi a vontade dela e começamos a postar fotos com looks e cenários mais elaborados, que logo começaram a se popularizar entre as crianças", completa.

E Sophia não só planeja continuar no meio como adora estudar marketing digital. "Acho fantástico quando alguém me reconhece, fico toda boba e feliz de saber que posso influenciar as pessoas a serem mais positivas e corajosas. Também adoro quando dizem que sou referência de estilo", conta a influencer mirim.

Já Moni ressalta a preocupação de manter os pés no chão e a humildade da filha. "Temos prioridades muito esclarecidas. A Sophia estuda, faz atividades extracurriculares e tem suas obrigações em casa também. Meu maior zelo é sobre ela ter tempo para ela, para os amigos e para a família. Tempo de fazer coisas de menina comum mesmo, que é o que ela é", ressalta. "Acho que ela é muito bem resolvida e me orgulho disso. Separa muito bem as coisas, tem muito claro a menina que é fora todo o status que a internet provém."

por Gabriela Loeblein

Gabriela Loeblein adora moda, é apaixonada pela diva Madonna e é mãe de três peludos. É jornalista e está sempre atrás de novidades em tendências e make. @gabiloeblein


compartilhe